PASTORAL DE 25/08/2013

A PERGUNTA: Deus existe? É uma pergunta sem sentido!

Texto de Ed René Kivitz (retirado da Internet)

Digo isso com o maior respeito, sei que tem muita gente querendo saber a resposta.

Mas a pergunta é mesmo idiota. Por uma razão simples: é uma pergunta sem resposta. Deus não é variável epistemológica de laboratório. Deus não é do mundo das coisas, passível de verificação pelos meios da racionalidade científica. Não há como provar que Deus existe. E também não há como provar que não existe. Perguntar a respeito da existência de Deus equivale a entrar num labirinto de argumentos não demonstráveis cientificamente e, portanto, fora do campo das certezas e das conclusões objetivas – se é que as verdades científicas são tão verdades assim. A crença em Deus não é uma questão de prova racional científica e objetiva, tipo “resposta certa”. É uma questão de fé.

Fico com a sugestão do cara que disse que ficar discutindo se Deus existe é um jogo em que a pergunta a respeito de Deus logo sai de cena e a discussão passa a ser a respeito de quem é mais inteligente ou quem melhor se preparou para o debate.

A pergunta é outra. Ou melhor, outras. Em vez de perguntar se Deus existe, minha sugestão é perguntar: 1. Você acredita que deus existe? Ou, você acredita em deus? – 2. De que deus você está falando? 3 – De onde tirou a ideia desse deus? Baseado em que você diz que deus é assim ou assado? E, finalmente, 4- E daí, que diferença faz na sua vida acreditar nesse deus?