PASTORAL DE 04/08/2013

BATISMO – UMA DECISÃO NATURAL DO CONVERTIDO

“Levantando-se foi batizado” (Atos 9: 18). E assim encerra-se a narrativa em Atos 9 da conversão de Saulo, o apóstolo Paulo.

E assim é o final da história de conversão da maioria de nós: o Espírito Santo nos convence de nosso pecado por meio de ouvir a Palavra de Deus e a aceitamos e a Cristo como único e suficiente Salvador, passamos agora a ter em Deus e em Cristo não a fé comum, mas a fé salvífica, ou seja crendo Nele como Salvador, por fim tomamos a decisão do Batismo.

Nem todo salvo se batiza (haja visto o ladrão convertido na cruz), mas todos que se batizam foram salvos pela graça de Deus.

Resumindo e simplificando, o batismo será uma decisão natural de todo o convertido, se houver tempo em vida para tomá-la.

Já pensou nisto?